Documentos:
» Pesquisar
Date Picker
» História

Caracterização

Padroeiro: Santo André.
Habitantes: Cerca de 550 pessoas e 460 eleitores no ano de 2013.
Sectores laborais: Agricultura, vinicultura, pecuária, construção civil e transformação de madeira.
Tradições festivas: Senhora do Livramento (15 de Agosto) e Festa do Senhor (Corpo de Deus).
Valores patrimoniais e aspectos turísticos: Igreja Paroquial, cruzeiro coberto, Lugar do Paçal, moinhos no rio Covo, praia fluvial no rio Lima, monte e Penedo do Castelo e quintas do Paçal e de Luou.
Artesanato: Pirotecnia e cerâmica.
Colectividades: Associação Cultural e Recreativa de Santa Cruz.

 

A freguesia de Santa Cruz do Lima ocupa uma área de 251 ha na margem esquerda do rio Lima. Por isso se chamava antigamente Santa Cruz de Riba de Lima, como é referenciada no livro dos benefícios e comendas no ano de 1528. Dista cerca de dez quilómetros da sede do concelho. Compreende os lugares de Argueda, Barbudos, Brichal, Carreiro, Laje, Luou, Paço e Portela.

A sua existência como paróquia é anterior ao século XIII (e talvez até ao XII), em que já era uma das que constituíam o julgado ou terra de Penela, porém com o nome de Santo André.
A prova de que esta e a de Santa Cruz do Lima são a mesma é a comunidade de lugares (entre muitos casos, o exemplo de Luou).

A toponímia exprime a antiguidade do povoamento do seu território. Topónimos de manifesta ancestralidade estão documentados nas Inquirições de 1258 em expressões como "in val(e) de Ascarigo", "linar de Tryuo", "cortinal de Luou", "casal de Arouca", "in Mondim", "in Chaela", Bertoy, Pradaeiro, "fontão de Noste" ou Chouso.

O topónimo Arouca é notável, especialmente se, como parece, não foi devido a um caso de colonização interna, relativamente recente (embora anterior ao século XIII), já que pode indicar a existência de uma povoação antiquíssima, que se desfez com o tempo mas cujo nome perseverou com a conservação de habitantes nas vizinhanças. A maioria dos outros topónimos é de origem germânica e indica propriedades e possessores medievos: Ascarigo é o próprio nome pessoal; Truío deve ser o próprio nome pessoal feminino Trudilo; Bertóí ou Bretói é outro nome de possessor (análogo a muitos outros terminados em ói).
Noste e Mondim são genitivos dos nomes pessoais Naustu(u) e Mundinu(s), de possessores pré-nacionais daqueles nomes.

Talvez de aplicação mais recuada sejam Pradadeiro e Chaela, um alusivo à vegetação e o outro à topografia local. Chouso pode ser mais recente.

O topónimo castelo (monte do Castelo e Penedo do Castelo) lembram a possível existencia de castelos ou castros, em tempos idos.

Nos meados do século XIII, os únicos haveres da Coroa eram uns reguengos avulsos em sítios ou lugares daqueles nomes e em alguns outros ("vessadas", "peças", campos ou "agros"), além do "monte de Bouças novas, como parte pela pedra de Compra (ou Compara) a amprom e ende pela água de Fontão de Noste com seus soutos, e ende pela presa de Paio Mouro, e ende à de Loural". Deste monte, era do rei a metade, dando a quarta os que a cultivassem.
A Coroa recebia também um carneiro de cada uma de três searas - em Rio Maior, Bertói e Chouso.
Os cultivadores dos reguengos davam, cada um, um frango com dez ovos (seria um capão "se passar o dia de S. Miguel" sem o pagamento), e deviam chamar o mordomo de Penela para colher o pão, levando-o eles a Muçães.

O património edificado é relativamente importante, podendo citar-se a Igreja paroquial com um belo Cruzeiro coberto, os Moinhos no rio Côvo, as margens do rio Lima com uma bela praia fluvial, o Monte e Penedo do Castelo e as Quintas do Paçal e do Luou (senhoriais). Uma nota final para o artesanato local (pirotecnia, cerâmica e trabalhos em madeira) e ainda para as possibilidades de pesca desportiva nas águas do rio Lima.
Todo este património, devidamente aproveitado e dinamizado através da vertente turística, bem poderia servir como um suporte económico da freguesia.

Fontes consultadas: Dicionário Enciclopédico das Freguesias, Freguesias- Autarcas do Séc. XXI, Inventário Colectivo dos registros Paroquiais Vol. 2 Norte Arquivos Nacionais /Torre do Tombo.

Novos autarcas...
2013-11-19 14:14:00 Em virtude das recentes eleições e da agregação de freguesias...
Site da Freguesia...
2013-01-28 12:51:00 Nestes últimos dias do mês de janeiro de 2013, a Junta de Freguesia, está a desenvolver o seu site. Esperamos ter a sua base principal completa dentro de pouquíssimo tempo...
Tempo Viana do Castelo